22.4.16

Removedor de Maquilhagem Extra Lasting da Avon

O removedor de maquilhagem Extra Lasting da Avon oferece uma fórmula suave, adequada a olhos sensíveis, inclusive os portadores de lentes de contacto. Promete remover todos os restos de maquilhagem, incluindo a que é à prova de água.


Trata-se de um desmaquilhante bifásico um quanto oleoso. No ao passar o tónico ou a água micelar toda a oleosidade desaparece facilmente. Logo é igualmente indicado para quem tem a pele oleosa (como é o meu caso).

21.4.16

O Medo Rouba os Sonhos

Pedaços de Vidas




Os meus olhos percorreram cada recanto daquela sala. A lareira permanecia acesa. O estalido da lenha a arder era o único som que se fazia ouvir. 
Tu permanecias adormecido a meu lado. O teu rosto estava iluminado pelas chamas. Ainda recordo cada traço teu. Cada curva do teu corpo forte. Eras mágico. Parecias não existir, ou simplesmente seres demasiado para mim.
Sentia-me feliz por estares ali, mas temia que o sol anunciasse um novo dia e partires para sempre. Temia a tua partida mais que tudo.
Mas o sol nasceu e tu partiste. Levei anos a voltar a sorrir. Levei anos a acreditar que não voltarias. Ainda sinto o cheiro daquela lareira. Agora que penso nisso percebo que cheirava a despedida. Como não percebi? Como pôde ser imbecil ao ponto de acreditar que estarias sempre ali? 
Digo a mim mesma que aquela noite foi um oásis no deserto. Que a realidade seria diferente, mas não me consigo convencer. As marcas deixadas são extremamente profundas para não terem sido reais e mais uma vez o meu sorriso apagasse... tenho que regressar àquela sala. Preciso reviver o momento e seguir em frente.
Corro... corro... corro em direção à cabana dos sonhos.
Parece envelhecida pelo tempo. 
Entro. 
O cheiro a lenha queimada parece-me familiar. Como pode o cheiro permanecer ao longo dos anos?
Percorro com o olhar cada recanto, lentamente movimento-me em direção à lareira. Um estalido mais forte chama a minha atenção. Com os olhos cobertos de lágrimas vejo um vulto, o teu vulto... não pode ser verdade!!! Estás aqui, onde tudo começou e tudo acabou.
Percebo então que não deveria ter tido medo. Deveria ter regressado no dia seguinte, e no seguinte, e no seguinte. Estiveste sempre aqui e eu escondida no meu medo. 
O medo rouba os sonhos e já é tempo de voltar a sonhar...



Texto: Paula Cardoso

Imagem: desconheço fonte


14.4.16

Água Micelar Garnier / Youzz - Veredito Final

Como anunciei aqui, fui selecionada para a campanha de experimentação da Água Micelar Garnier através do site Youzz.

Desde que recebi o kit que tenho utilizado a água religiosamente todos os dias de manhã e á noite. Tem feito parte da minha rotina, do meu ritual de beleza.


A Água Micelar Garnier promete desmaquilhar, limpar e tonificar a pele. No entanto, confesso que não a substitui pelo meu gel de limpeza nem pelo meu tónico. Uso a água, o gel, o tónico e de seguida o creme hidratante.

11.4.16

Look do Dia

Kate Middleton, Duquesa de Cambridge é a esposa do Príncipe William, Duque de Cambridge. Conheceram-se na Universidade de St. Andrew, na Escócia, em 2001, quando estudava História de Arte. Casaram a 29 de Abril de 2011, na Abadia de Westminster, em Londres.

Foto retirada da net

De Kate gosto especialmente da sua simplicidade, classe e glamour natural, nada forçado.
Relativamente a este Look, é um excelente exemplo de que menos é mais.
As opiniões dividem-se, mas para mim sem dúvida que este look me preenche.
O modelo usado por Kate que, segundo a revista Lux, "a esta hora já deverá estar esgotado e sem encomendas disponíveis", é da firma Eponine, estabelecida pela antiga personal stylist da duquesa Jet Shenkman.

Foto retirada da net

Kate combina este modelo com uma simples clutch preta e sapatos altos clássicos, também pretos. Tudo muito simples e com um efeito final maravilhoso, muito ao seu estilo Kate, sim porque a meu entender ela criou um estilo muito próprio, sem fugir ao protocolo real , claro.
Compartem a mesma opinião que eu ou são da opinião que ela deveria vestir-se mais como a realeza o tem feito até então?



6.4.16

És a minha Estrelinha


Pedaços de vidas

Quando o sol se pôs compreendi que não te voltaria a ver.
Com os olhos rasos em lágrimas corri por aquela encosta sem destino. Parei num lindo prado florido. O cheiro apaziguou a minha dor.
Era noite escura e sabia que não tinha como regressar antes do amanhecer. Deitei-me a olhar o céu. As lágrimas corriam novamente. Não conseguia compreender porque tinhas partido. O meu coração batia aceleradamente. Apetecia-me voltar a correr sem parar, mas a escuridão não me permitia. Não sabia que fazer... sem ti estava perdida. Não queria sequer respirar.
Gritei, gritei sem parar, numa voz surda mas cheia de dor, de sentimento, de verdade, de amor e de saudade!!!
Senti a dor aliviar novamente.
Olhei o céu à procura de auxilio. Estava estrelado. De repente pensei: "Seria tão bom voltar a ser criança e acreditar que serias uma dessas estrelinhas e que estarias, agora, aí, a olhar para mim". Mas eu cresci e as estrelinhas já não me reconfortam. Apenas iluminam o céu e espalham a sua magia sobre a terra.
Tu és muito mais que isso, és mais que magia. Ainda consigo sentir o teu toque, o teu cheiro, o teu carinho, todo o amor que me deste mesmo quando me chamavas a atenção e me dizias que eu estava errada. Agora compreendo que isso também é amor.
Amar alguém é ser sempre verdadeiro, mesmo que essa pessoa fique magoada. A sinceridade, a honestidade são valores que se devem preservar, que se devem valorizar...
Continuei perdida nos meus pensamentos a olhar o céu.
Procurava desesperadamente por um sinal. Um sinal teu. Procurei-te infinitamente com um olhar atenta a cada pormenor, por mais pequeno que fosse e... não! Não podia ser! Uma estrela cadente passou ao longe, bem longe mas tão perto. O meu coração ficou apertado. Um estranho sentimento surgiu. A dúvida pairou em mim, ou seria apenas eu que queria mesmo acreditar que afinal a história das estrelinhas é mesmo verdadeira?

 Texto: Paula Cardoso
 Imagem: Michael Menefe